Uma apresentação do pesquisador Jorge Retamales abrirá o XVII Seminário Internacional de Blueberries na Espanha

O cultivo de cranberry é o protagonista do seminário.

A contagem regressiva para o XVII Seminário Internacional Mirtilos Espanha 2019 começou. O setor de cranberry nacional e internacional se reunirá em junho 27 no Meliá Lebreros Hotel em Sevilha. O evento é organizado pela Blueberries Consulting e agrodiariohuelva.es atua como parceiro de mídia.

O dia de trabalho começará com uma apresentação do pesquisador internacional Jorge Retamales Quem vai falar sobre os conceitos fisiológicos para a produção de mirtilos: Luz-sombra, coordenação do crescimento aéreo-radical e consideração pelo manejo.

Seguirá Jeffrey G. Williamson, professor e especialista em Horticultura da Universidade da Flórida, que abordará a Gestão dos mirtilos de baixa exigência de frio.

O segundo bloco de conteúdo será responsável por dois outros especialistas no campo, como o Chile Juan Hirzel e o americano Gerard W. Krewer. O primeiro é um pesquisador do Instituto INIA do Chile e o segundo faz parte da Universidade da Geórgia e abordará as ferramentas nutricionais para blueberries de qualidade e nutrição orgânica e convencional na produção desta fruta, respectivamente.

Depois de cada um dos blocos de conteúdo, as rodadas correspondentes de perguntas para os especialistas são planejadas, uma vez que o Seminário é direcionado especificamente para as equipes técnicas das empresas e cooperativas de produção.

Depois do almoço vai intervir, sobre as horas 14.40 Kathryn Van Weerdhuizen, especialista em mercados, com uma conferência sobre colheita mecanizada de blueberries.

Este ano a participação de Huelva é destacada pela intervenção do gerente da Cooperativa Costa de Huelva de Lucena del Puerto, Bartolomé Fernández, com uma apresentação sobre O Impacto da Tecnologia no Processo do Mirtilo, na qual estará acompanhado pelo Gerente Comercial da Unitec, Nour Abdrabbo. Esta intervenção está prevista para as horas 15.20 do 27 em junho.

Em seguida, nas horas 15.50 está prevista a outra intervenção de técnicos andaluzes, como é o caso do professor de Agricultura Protegida da Universidade de Almería, María del Carmen Salas quem vai falar sobre a produção hidropônica em blueberries.

De horas 17.20 Richard M. Bastias, professor associado em fruticultura na Universidade Chilena de Concepción, falará sobre a produção de mirtilos ao abrigo e, em seguida, Gerard W. Krewer vai voltar a intervir para fechar o dia com uma apresentação sobre Reguladores de crescimento em mirtilos de baixas exigências de frio: GA3, CPPU, Dormex.

O dia promete ser de grande interesse para o setor de produtores de mirtilo na Espanha.

fonte
agrodiariohuelva

Artigo anterior

próximo artigo

POSTAGENS RELACIONADAS

A crise do mirtilo devido à paralisação do aeroporto de Tucumán ...

Porto de Jacksonville, na Flórida, oferece suas instalações para aliviar c ...

Visão geral do mercado global de mirtilo: demanda, oferta, preço ...